Foto: Reprodução/CNN

Morto no banco: novo vídeo mostra idoso em shopping antes de ser levado até agência

Um novo vídeo feito por câmeras de monitoramento mostram o idoso Paulo Roberto Braga, 68, na cafeteria de um shopping […]

Redação Publisher do OBemdito
Foto: Reprodução/CNN
Morto no banco: novo vídeo mostra idoso em shopping antes de ser levado até agência
Redação
OBemdito
17 de abril de 2024 15h19

Um novo vídeo feito por câmeras de monitoramento mostram o idoso Paulo Roberto Braga, 68, na cafeteria de um shopping antes de ser levado morto a uma agência bancária que fica no complexo comercial em Bangu, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira (16). Pelas imagens, é possível ver que o homem está imóvel na cadeira de rodas.

O vídeo mostra o idoso sentado ao lado de sua parente, Érika de Souza Vieira Nunes, 42, enquanto os dois estão em um quiosque. Nos quase quatro minutos de duração do vídeo, ele permanece imóvel com a cabeça tombada para o lado direito.

Próximo ao fim do vídeo, Érika se levanta, pega a bolsa, ajeita a cabeça do idoso e anda em direção a uma loja enquanto o homem permanece sozinho na cadeira. Após retornar de uma loja, ela volta até a cadeira de rodas e ambos saem. No tempo em que permaneceu sozinho, outra mulher parece ter estranhado a situação e fica encarando Paulo Braga.

Assista abaixo:

Vídeo: Reprodução/CNN Brasil

O caso

Érica de Souza foi presa em flagrante sob acusação de tentativa de furto mediante fraude e vilipêndio a cadáver por ter levado Paulo Roberto Braga, que estava em óbito, em uma agência bancária para tentar um empréstimo no valor de R$ 17 mil. A situação foi filmada por funcionários do banco.

Nas imagens, o idoso está pálido e sem qualquer reação ou reflexo, sentado em uma cadeira de rodas, enquanto Érica pede repetidas vezes que ele assine o empréstimo. Os funcionários do banco percebem que o idoso não reage e decidem chamar o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), que constatou que ele estava morto e possivelmente o óbito havia acontecido há horas.

A Polícia Militar foi chamada e Érica foi encaminhada para a 34ª DP (Bangu), onde o caso está sendo investigado. O corpo do idoso será examinado no Instituto Médico Legal (IML), a fim de apurar as circunstâncias da morte.

Defesa

A advogada de Érica, Ana Carla de Souza Correa, afirma que o homem estava vivo quando chegou ao banco, e que sua cliente se encontrava em estado emocional abalado e sob efeito de remédios. Em depoimento à Polícia Civil, Érica disse que foi à agência bancária levada por um motorista de aplicativo. 

“É uma senhora idônea, que tem uma filha especial que precisa dela. Sempre cuidou com todo o carinho do Seu Paulo. Tudo será esclarecido e acreditamos na inocência da senhora Érica”, disse a advogada. “Existem testemunhas que no momento oportuno serão ouvidas”.

(Com informações CNN, TV Brasil e Agência Brasil)

Participe do nosso grupo no WhatsApp e receba as notícias do OBemdito em primeira mão.